QUARTA // 24 DE MAIO DE 2017




Bing & Ruth + Marco Franco
Em 2006, David Moore deu incio a Bing & Ruth como forma de trazer as suas composies para além do universo da academia. Pianista com origem no Kansas, a estudar na New School for Jazz and Contemporary Music, Moore escrevia o tipo de msica que gostava de ouvir: msica de ensemble minimalista e com uma certa sensibilidade cinematogrfica. Dando seguimento aos heris minimalistas da New School como John Cage e Steve Reich, as composies de Moore olharam para o passado para estudar a repetio de estilos dos percursores mais proeminentes e procuraram uma forma baseada no sentimento.
Depois de uma pequena pausa, aproveitada para outros projetos, Moore regressou a Bing & Ruth em 2010 para editar City Lake. Agora com onze membros, a ensemble cresceu ao ponto de tornar as digresses e os ensaios em algo difcil de coordenar. Apesar de todos os contratempos e frustraes, Moore continuava a escrever novo material, mesmo que parecesse que o projeto fosse cair na obscuridade.

Por esta altura, um contacto com editora experimental RVNG INTL abriu portas para que fosse possvel a edio de dois novos discos nos anos seguintes. Um desses lbuns, Tomorrow Was the Golden Age (2014), acompanha uma reduo de elementos de onze para sete, tornando todos os momentos ainda mais minimais e intensos. O disco trouxe a banda aclamao internacional, recebendo louros da Pitchfork, The Quietus e Resident Advisor, revitalizando o interesse pela pop meditativa de Philip Gass ou Harold Budd, conseguindo levar a to chamada classical music aos limites.

Dois anos mais tarde, No Home of the Mind, o novo disco, com selo da 4AD, encontra Moore a trazer para o piano um sentimento ainda mais pesado. Composto em dezassete pianos na América do Norte e Europa, em inmeras sesses, digresses e viagens, as peas conduzem as idiossincrasias e respetivas limitaes de cada instrumento como inspirao.

Com um vasto passado no rock e no jazz, Marco Franco é um nome familiar no imaginrio pop portugus e est encarregue da primeira parte. Autodidata nas teclas, expe uma tenso minimalista com um universo colorido de notas e de progresses maiores, alegres e cheios de um amor universalizado. Mudra é o primeiro lbum a solo no piano e mostra que Marco Franco faz msica para quem ouve com o corao.



24 MAI | BLACKBOX | 22H00 | 7 | M/6