The Raincoats + Dear Telephone
Falarmos das The Raincoats é falarmos da histria do punk e do ps-punk. Quando na década de 70 a portuguesa Ana da Silva conheceu Gina Birch, ambas a estudar Arte em Londres, estavam longe de imaginar que integrariam a histria da msica e ainda seriam influncia maior para importantes figuras da msica como Kurt Cobain ou Kim Gordon. Os concertos das The Slits, dos Sex Pistols ou da madrinha do punk Patti Smith, em plena exploso do furaco punk, foram preponderantes para o aparecimento do grupo. Entre 1979 e 1983, a banda apelidada de 'madrinhas do grunge' editara trs lbuns fundamentais em qualquer discografia punk e ps-punk, todos com selo da ento pequena editora Rough Trade.
Dois anos depois do ltimo disco, a banda separara-se e s se voltaria a encontrar-se novamente quase dez anos mais tarde, muito por culpa de um renovado interesse nos seus discos. Nessa mesma altura, uma reedio da discografia contava com linhas de introduo por Kurt Cobain e Kim Gordon, confessos fs da banda.
Nos ltimos anos, as The Raincoats juntaram-se em raras ocasies e de cariz muito especial, como no 40 aniversrio da Rough Trade, em que subiram ao palco com Angel Olsen, ou ainda nas emblemticas noites All Tomorrow Parties (ATP).

Na mesma noite,  encontraremos os portugueses Dear Telephone, autores de Cut, um respeitado disco de belas canes editado em 2017. Formados em 2010, a banda que rene Graciela Coelho (White Haus), André Simo (la la la ressonance), Ricardo Cibro (la la la ressonance) e Pedro Oliveira (peixe:avio), inspirou-se no nome da curta-metragem de Peter Greenaway, Dear Phone (1976). Ao segundo longa-durao, terceiro trabalho discogrfico contando com o EP Birth of a Robot (2011), os Dear Telephone conquistaram um lugar prprio na pop feita em Portugal, onde as canes maduras e inteligentes tomam lugar.  


29 JUN | BLACKBOX | 22H00 | 7 | M/12
Bookmark and Share