música / serviço educativo

c_vib

por Simão Costa e Yola Pinto

22 Fev

a 23 Fev

2,50 eur - 5 eur

sala multiusos

esculturas sonoras interativas/espetáculo de dança e música

c_Vib, acrônimo para Cymatics_Vibrating Interactive Boards, são quatro esculturas sonoras onde cada peça materializa o som, tornando-o palpável e sensível a ser “escutado” por outros sentidos que não só a audição. Um convite à contemplação ativa, em que o público é convidado a ver, ouvir e tocar em sucessivas inter-relações percetivas que conduzem a uma imersão multissensorial em som. O c_Vib desdobra-se também em espetáculo/concerto, protagonizado por uma bailarina e um músico, em torno do mundo mágico destas esculturas que se revelam instrumentos de tocar e dançar.

O c_Vib revela plataformas visíveis de fenómenos vibratórios na construção de um processo amplificado de escuta. Escutar, dar atenção, com sentidos vários em que tato e visão integram uma experiência de um contacto alargado com o som. Uma viagem de ida e volta-e-meia entre material e imaterial, onde, ao invés de julgar o som como realidade imaterial, se olha e perscruta como se de matéria tangível se tratasse.

“Chão”, “Arcos”, “Flor” e “Permanecer” compõem as quatro esculturas sonoras, sugerindo cada escultura um imaginário e proporcionando ações (contemplar, tocar, interagir e permanecer) com estes imaginários.

Chão: altifalantes com partículas que saltam e desenham padrões em função da emissão de diferentes combinações de som.
Arcos: o movimento dos altifalantes faz movimentar os elementos de madeira, transformando materiais inertes num instrumento de percussão “vivo”.
Flor: recebe e emite som, faz “fotossíntese” sonora. Os sons provocados pelo toque dos utilizadores é recolhido, processado e devolvido à escuta em tempo-real. Deve ser escutada com os ouvidos mas também com as mãos e os pés. O som está, literalmente, dentro das pétalas de madeira.
Permanecer: o seu nome reflete a postura que ela sugere. Funciona como uma viagem: o ouvinte deverá estar deitado recebendo uma relaxante massagem em que as vibrações sonoras são o massagista.

As várias esculturas do c_Vib vão estar à disposição do público, em formato instalação, a 22 de fevereiro (das 14h00 às 18h00) e 23 de fevereiro (das 10h30 às 16h30).

22 fev
público-alvo escolas · hora  10:30 · preço sob consulta 

23 fev
público-alvo famílias · hora 17:00 · preço família adulto  5 eur / criança (até aos 16 anos) – 2,50 eur

 

classificação etária todas as idades
duração 40 minutos
apoio fundação gda

 

direção artística e interpretação
Simão Costa – eletrónica ao vivo
Yola Pinto – dança

Created using Figma