laboratórios de verão · projetos selecionados

Laboratórios de Verão é uma iniciativa destinada a artistas ou coletividades do distrito de Braga, residentes ou naturais, que se proponham a desenvolver conteúdos artísticos originais nos domínios da imagem, som, performance, interatividade, música, dança ou cruzamento entre as áreas anteriormente descritas.

 

A sexta edição deste programa de apoio à criação artística aumentou o número de projetos apoiados de quatro para oito. Em residência artística durante os meses de julho e agosto, oito artistas/coletivos vão construir novos trabalhos artísticos, com a apresentação pública dos projetos a integrar iniciativas da programação futura. Cada projeto receberá um apoio monetário no valor de 1500 euros, apoio técnico e de produção.

 

Conheça os projetos selecionados:

 

diogo mendes
entropia
instalação
A desordem é o estado natural para onde tudo caminha. “Entropia” é uma instalação de luz que pode ser vista como a dialética entre a construção de gradientes e a sua destruição. Um sistema não pode evoluir e simultaneamente manter as suas estruturas no tempo. É a desordem produzida pela quebra de um gradiente que irá marcar o grau de equilíbrio perdido e criar um novo.

 

carolina fangueiro
is this home?
instalação
‘Is This Home?’ questiona a ideia de casa como sítio mental ou físico, confrontando realidades que a coabitam: o conforto e o desafio, o familiar e o desconfortável. Surge de representações de espaços imaginários que se tornam físicos, onde o som é elemento central para a sua concretização, e tendo em consideração o espectador enquanto elemento ativo da obra.

 

duarte amorim
polissonografia
instalação
Refletir o conceito do sono e da renovação humana são as premissas para esta instalação que consiste numa composição que conjuga elementos sensoriais como os lasers e o som, baseados nos dados dos tratamentos para distúrbios de sono.

 

catarina real
palavra palavra
exposição
“Palavra Palavra” é um projeto que se propõe a pensar visões de linguagem alternativas, articulando processos experimentais de composição gráfica e escrita poética. No espaço híbrido da palavra, e através de uma exploração gráfica multimodal, pretende ver aproximadas e íntimas, as relações de palavra, amor e política.

 

mayu (miguel santos, fábio pinto e joão araújo)
orpheus
performance
Em “Orpheus”, o espectador é desafiado para uma metamorfose onde o caos e o ruído se transformam em ritmo e melodia pela comunhão entre a natureza, o Homem e a inteligência artificial. Esta “máquina” será a responsável pela receção, tratamento e transmissão de todos os sinais sonoros da performance, enviados por plantas.

 

bruno martins
pro.sa
instalação
Uma instalação de vídeo multicanal que pretende explorar o sentimentalismo no diálogo presente em ‘Dobra’, da poetisa Adília Lopes. Além do vídeo e da poesia, a sonoplastia e a música experimental serão o fio condutor para esta viagem.

 

pedro bastos
último concerto para assobio
instalação

“Quando puderes, ouve o concerto nº20 para piano e orquestra de Mozart, que morreu prematuramente. Mas o concerto é já tão belo e amargo que eu, por onde passo, assobio o tema do 1º movimento, no meio da noite” — Sebastião Alba. É sob este Espírito em Albas e ao ritmo da música, tão fundamental para o poeta, que deambularemos através da vida e obra de Sebastião Alba.

 

bezbog
dazhbog
performance

“Dazhbog” é uma composição e performance musical para instrumentos de sopro, percussão e eletrónica que evoca a vitória da luz do dia sobre a escuridão e a sua inevitável derrota, a metamorfose e a abundância.

 

O programa Laboratórios de Verão é uma ação promovida pela Fundação Bracara Augusta com o apoio da Câmara Municipal de Braga.

Created using Figma