exposição

tropa macaca

animais sintéticos, por tropa macaca

29 Jan

a 30 Abr

gratuito

galeria gnration

info covid-19: leia aqui os procedimentos para visita ao espaço

A exposição Animais Sintéticos existe como existe uma paisagem, daquelas que lembramos quando lá não estamos, vivas, mas suspensas dentro de nós. Enigmáticas, para nós que as criamos, acompanham-nos, e se imaginamos que um dia tiveram um início, um referente original e fora de nós, o tempo que já passaram connosco obriga-nos a duvidar que assim seja. O tempo desenraizou-as, arrancou-as a esse lugar. Olhamos mais perto, refletimos, examinamos e meditamos, e quando, como num salto quântico, originamos o que lá passa a estar, acreditamos que sempre lá esteve, que atravessamos o vidro, que nos aproximamos do mistério. É uma paisagem destas que se oferece nesta exposição. Daquelas que dizem mais de nós do que do mundo, numa altura em já sabemos o que já sentíamos, que nós não somos o mundo. Um exercício de paleontologia quântica, onde a pintura, a música e a imagem em movimento são ecos deste lugar que habitamos, entre a promessa e a ruína. Um confronto, na forma de uma elegia, à procura da reconciliação.
A Tropa Macaca, formada em 2005 e sediada em Lisboa, são André Abel e Joana da Conceição. Ambos consideram que a sua música poética tem um ser próprio, um dinamismo próprio. Ela advém de uma ontologia direta e através dela manifestam-se forças que transcendem os circuitos de um saber. Com discos publicados pela Siltbreeze, Software e The Trilogy Tapes, assim como em edição de autor, têm atuado ao vivo no Brasil, Europa e Reino Unido, em espaços como Cafe Oto, Fylkingen, MAMbo ou Salon des Amateurs. Em anos recentes apresentaram propostas estéticas como “Síntese Radiante” no Passos Manuel, no Porto, e “Vai e vem” no festival Walk&Talk, em São Miguel, Açores.

classificação etária m/6

 ‘Animais Sintéticos’ (Synthetic Animals) is a multimedia exhibition led by Portuguese artists Tropa Macaca.  

Created using Figma